Trabalhe com delivery!

Preparamos esse blogpost para instruir nossos clientes sobre a melhor forma de trabalhar com um serviço de delivery e como implantá-lo em seu negócio. Sabemos que o momento pede alternativas que possam continuar viabilizando o fluxo de funcionamento de empreendimentos, sempre com muita segurança e cuidado, então continue a leitura para acompanhar nossas dicas!

Por que fazer entregas?

Primeiro é importante frisar que esse é um período em que muitas pessoas estão ficando em casa, por esse motivo, não apenas a busca por alimentação via delivery tem crescido, mas também a necessidade de reparos ou até mesmo de materiais para hobbys envolvendo construção e afins. Em segundo lugar, esse movimento deve ser bem pensado e, de preferência, feito em parceria com outros pequenos profissionais ou pessoas de confiança que possam dar o suporte necessário para a realização do delivery: esse é um momento de colaboração mútua, então o pequeno empreendedor deve estar lado a lado com os demais pequenos empreendedores e trabalhadores autônomos, claro, sem deixar de cuidar da sua equipe!

E por último, mas não menos importante, as pessoas têm ficado em casa, então é você que tem que ir até o seu cliente. Se você acompanha nossas redes sociais, sabe que esse é o momento certo para divulgar seu serviço e produtos, além de estreitar laços com o público. Lembre-se: o isolamento social e a crise não vão durar para sempre!

Como Implantar um serviço de delivery

1 – Descubra a melhor plataforma para o seu atendimento: onde estão seus clientes? No Whatsapp, Instagram, Telegram ou Facebook? É importante saber para entender onde será efetivo agir. Em seguida, é importante que você busque entregadores e faça parcerias, de forma a permitir que os dois lados saiam ganhando. A quantidade de entregadores necessários vai depender do seu negócio e do fluxo de pedidos. Você pode começar de forma modesta e expandir de acordo à necessidade;

2 – De olho no estoque: é importante ficar atento aos produtos que estão entrando e saindo. Dê atenção especial àqueles que estão saindo com maior frequência e divulgue-o mais! É interessante que você compreenda o que o seu público precisa nesse momento. Ofereça a solução, nunca o problema!

3 – Segurança em primeiro lugar: não adianta montar um serviço de entrega e colocar os profissionais envolvidos em risco. Por esse motivo, estruture bem todo o processo e garanta que a equipe envolvida tenha meios de trabalhar com os EPIs corretos! Verifique sacolas, máscaras, álcool em gel e para borrifar, tendo a certeza de que está tudo nos conformes. Vale consultar decretos municipais, uma vez que algumas Prefeituras estabeleceram uma forma correta para a realização das entregas;

4 – Não se esqueça dos detalhes: Como seu cliente vai pagar? Todas as taxas, recibos e estratégias de contato mínimo estão preparadas? Esses pequenos cuidados fazem toda a diferença e podem ser o que te dará destaque no mercado, bem como uma relação cada vez mais próxima (mesmo que à distância) com o cliente!

Bom, essas são as nossas dicas. Espero que tenham aproveitado e possam colocá-las em prática o quanto antes! Até a próxima!

Compartilhe em suas Mídias Sociais:
Share on FacebookTweet about this on Twitter
[whatsapp]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *